Morte de homem atacado por dois pit bulls em Criciúma é considerada fatalidade, conclui polícia

  • 14/06/2024
(Foto: Reprodução)
Segundo investigação, ele provavelmente entrou na casa onde estavam os cachorros de forma clandestina e ilegal. Cães foram mortos pela polícia em tentativa de salvar homem. Juliano Barcelos da Rosa, morto após ser atacado por dois pit bulls em Criciúma Reprodução/NSC TV O inquérito da Polícia Civil sobre a morte de um homem de 39 anos atacado por dois cachorros pit bulls em Criciúma, no Sul de Santa Catarina, apontou que houve uma fatalidade. Segundo a investigação, ele provavelmente entrou na casa onde estavam os cães de forma clandestina e ilegal. A morte ocorreu em 3 de junho no bairro Jardim Montevidéu. Os cães precisaram ser abatidos para garantir a segurança dos socorristas, que tentaram salvar Juliano Barcelos da Rosa. ✅Clique e siga o canal do g1 SC no WhatsApp Inquérito A Polícia Civil acredita que a vítima, que estava no local a serviço, tenha entrado na casa de forma ilegal porque não precisava fazer nenhum reparo na edícula onde trabalhava que pudesse justificar ingressar no terreno. Os cães estavam no local de forma segura, pois os muros e o gradeamento da casa os impediam de fugir e atacar alguém ou outros animais na rua. Homem morre após ser atacado por dois pit bulls em Criciúma - reportagem exibida em 4 de junho As imagens e uma testemunha ocular indicaram que o homem ingressou na casa pelo portão da frente e acabou atacado. O delegado responsável pelo caso, Marcio Neves, disse que cães de guarda são considerados, no mundo jurídico, como mecanismos de proteção patrimonial, como cercas elétricas ou cacos de vidro em cima do muro. Dentro dessas regras, o ataque seria como uma legítima defesa. Sendo assim, não há responsabilidade ao proprietário do imóvel em relação ao resultado do ocorrido. Em Santa Catarina, porém, há um agravante em relação à raça pit bull. A criação, comercialização e circulação desses cães são proibidas no estado, de acordo com a lei número 14.204/2007. Dessa forma, o tutor poderia ser responsabilizado pela morte. Cachorros atacam e matam homem em terreno de casa em Criciúma CBMSC/Divulgação Porém, a Polícia Civil entendeu que o ataque ocorreu pela atitude do homem em entrar no terreno e que não haveria a mesma discussão caso os cães fossem de outra raça. A análise da conclusão policial será feita pelo Ministério Público de Santa Catarina. Morte Os bombeiros foram chamados às 15h40 para atender ao caso. Quando os socorristas chegaram, o homem estava no terreno de uma casa e era atacado pelos cachorros. Foi preciso aguardar a chegada da Polícia Militar, que abateu os cães. Quando os bombeiros tiveram segurança para entrar no terreno, o homem já estava sem sinais vitais. O dono da casa onde os cães moravam não estava no momento das agressões. A mãe do proprietário tentou ajudar a vítima, mas não conseguiu. "Ele [a vítima] estava trabalhando em uma edícula ao lado da casa onde tinha os dois cães. Segundo informações, uma vizinha teria visto o rapaz entrando pelo portão da frente. Em seguida, ele foi atacado", disse o delegado. ✅Clique e siga o canal do g1 SC no WhatsApp VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias

FONTE: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2024/06/14/morte-pit-bulls-criciuma-fatalidade.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes